Mortes recentes foram relatadas na Califórnia , Indiana e Minnesota
Pixabay

As autoridades de saúde norte-americanas identificaram cerca de 450 casos possíveis de graves doenças respiratórias causadas por cigarros eletrônicos, incluindo até cinco mortes em 33 estados.

Nenhum dispositivo eletrônico, líquido ou ingrediente, foi ligado a todas as doenças, mas a maioria dos doentes relataram vaporar THC, principal substância da maconha. De acordo com as autoridades, houve apenas algumas doenças pulmonares nas quais a pessoa usou os vaporizadores em três meses.

Fumar cigarro eletrônico por 10 minutos equivale a mais de 1 maço

Os médicos dizem que as doenças se assemelham a uma lesão por inalação, com o corpo aparentemente reagindo a uma substância cáustica que alguém respirou. Os sintomas incluem falta de ar, fadiga, dor no peito e vômitos. A recomendação é que as pessoas parem de usar cigarros eletrônicos até os casos serem esclarecidos.

O estado de Nova York concentrou a investigação em um ingrediente chamado acetato de vitamina E, usado para engrossar o suco de maconha, mas que é considerado perigoso se aquecido e inalado.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030
Enviar via WhatsApp