Imagem serviria para mostrar casos inflados de covid-19 em SP
Reprodução Facebook

Um vídeo falso circulou pelas redes sociais com imagens de enfermeiros e médicos preparando uma maca com tela de isolamento em uma rua para alertar para supostos casos de inflação de números de vítimas em São Paulo. O vídeo verdadeiro se referente ao México e mostra uma pessoa acometida pela covid-19 sendo levada ao isolamento.

Um homem com roupas pretas aguarda em pé a preparação da maca. Quando tudo está pronto, ele se deita e é colocado na parte de dentro da ambulância. Mensagens que acompanharam o vídeo diziam se tratar de um caso forjado de covid-19 em São Paulo para aumentar os números de mortes registrados no estado. 

A versão do vídeo que circula nas redes sociais tem a imagem ampliada, mostrando apenas a ambulância. Na internet, porém, há uma versão completa do vídeo. Ele foi publicado por veículos jornalísticos mexicanos em maio. 

Segundo as publicações, o homem é um trabalhador da zona comercial de Tuxpan, no estado de Veracruz, no México, que estava com suspeita de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. As imagens registram o momento em que a equipe de saúde de municipal realiza seu transporte para um hospital municipal.

A confirmação de que se trata de uma notícia falsa veio também por meio de uma publicação de uma das autoridades do país. 

O presidente municipal, espécie de prefeito, fez uma publicação em suas nas redes sociais parabenizando os envolvidos na ação de levar o homem para o isolamento. “Após várias horas de espera, a equipe municipal de saúde teve que colocar tudo em primeiro lugar para salvaguardar a vida de um ser humano. Talvez alguns critiquem, mas é melhor fazê-lo do que não.”

Na mensagens falsas, a informação que acompanhava o vídeo era de que “o estado mais rico do Brasil” tem “um dos maiores números de mortes por milhão de habitantes do país” e que isso é causado pela inflação das notificações.

CategorySaúde

Copyright © 2016 - Plena Jataí. Todos os direitos reservados.

Clínica/Laboratório: (64) 3631-5080 | (64) 3631-5090
Farmácia: (64) 3631-8020 | (64) 3631-8030